Teste confirmatório para Maconha - urina

Código:

CMACON

Sinônimo:

Cannabis

Material:

Urina EXT

Volume:

10,0 mL

Método:

Cromatografia líquida / Espectrometria Massas

Volume Lab:

10,0 mL

Rotina:

Resultado em:

Interferentes:

20 dia(s)

Temperatura:

Congelado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Dia

0

0

30

Coleta:

Interpretação:

Uso: detecção de drogas de abuso. Canabinóides são um grupo de compostos encontrados na planta de espécie Cannabis sativa. O principal canabinóide psicoativo é o delta9-tetrahidrocanabinol (THC) e está presente nas folhas e flores da planta. Os principais efeitos psicoativos do THC são euforia, sensação de relaxamento e bem estar. O ponto mais alto dos efeitos psicoativos é atingido de 15 a 30 minutos após o uso e como consequência, pode ocorrer redução na capacidade psicomotora do usuário suficiente para afetar o desempenho do mesmo sobre a direção de veículos ou aviões. O principal metabólito do THC excretado via urina é o acido 11-nor-delta9-tetrahidrocanabinol-9-carboxilico (THC-COOH) e seu glucoronídeo conjugado. Exame utilizado para detecção de metabólitos canabinoides na urina como triagem em casos de suspeita de uso, overdose com internação hospitalar, ou no acompanhamento de tratamento de desintoxicação. A amostra mais utilizada é a urina por ser de fácil coleta e porque a concentração da droga e seus metabólitos são normalmente maiores nesse tipo de amostra do que no soro ou saliva. Indicações: Detecção de canabinoide ou seus metabólitos como triagem Interpretação clínica: É um teste de triagem e o resultado pode não ser definitivo. A detecção da droga ou seus metabólitos depende de diversos fatores, como metabolismo individual, período entre o uso e a data do exame, tipo do usuário, se o uso é crônico, agudo ou ocasional, idade do usuário, quantidade de líquido ingerido previamente, função renal e utilizacão de outras drogas que possam levar a reação cruzada, entre outros. Sugestão de leitura complementar: Moeller KE, Lee KC, Kissack JC. Urine Drug Screening: Practical Guide for Clinicians. Mayo Clin Proc. 2008;83(1)66-76. Woelfel JA. Drug abuse urine tests: false-positive results. Pharmacist Lett/Prescribers Lett 2005;21(3):210-314.

Referência:

Limite de quantificação: 10 ng/mL
Incerteza de medida: 2 ng/mL