Pesquisa de mutações da Protrombina e Fator V de Leiden

Código:

PROLEIDEN

Sinônimo:

Fator V / Fator II / Protrombina

Material:

Sangue EDTA - Biomol

Volume:

5,0 mL

Método:

PCR em Tempo Real

Volume Lab:

5,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

15 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

120

0

Coleta:

*Coletar 1 tubo de sangue total com EDTA. **

Interpretação:

O fenótipo de resistência à ação da proteína C ativa (PCa) está associada aos perfis genéticos heterozigoto e homozigoto para a mutação pontual G1691A do gene do fator V (Fator V de Leiden). Indivíduos portadores dessa mutação apresentam um risco 7 vezes maior de desenvolver um trombo do que os indivíduos não portadores. A mutação G20210A no gene da protrombina é responsável pelo aumento da concentração plasmática de protrombina, ocasionando um aumento no risco de trombose venosa, devido o aumento na formação de coágulos.

Referência:

Ausência da Mutação

Metodologia antiga:PCR em Tempo Real-Sistema FRET