HISTONA - Anticorpos

Código:

AHIST

Sinônimo:

Autoanticorpos contra Histonas

Material:

Soro Manual

Volume:

2,0 mL

Método:

ELISA

Volume Lab:

2,0 mL

Rotina:

5ª feira

Resultado em:

Interferentes:

8 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

168

720

Coleta:

Jejum não necessário. Encaminhar amostra sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC.

Interpretação:

A síndrome de lúpus induzido por drogas é caracterizada pela presença de FAN positivo (padrão nuclear homogêneo) com sinais e sintomas como febre, mal-estar, artralgias, mialgias, serosite e rash cutâneo. É frequentemente relacionada ao uso de medicamentos ou agentes biológicos. A longa lista de medicamentos passa por antiarrítmicos, anti-hipertensivos, antitireoidianos, antipsicóticos, dentre outros. Do ponto de vista laboratorial é comumente associada aos anticorpos anti-histonas. Indicação: Na avaliação de pacientes com a suspeita clínica de Lúpus induzido por drogas. Interpretação clínica: Relacionado como marcador de lúpus eritematoso sistêmico induzido por drogas, sua presença acompanhada de um Anti-dsDNA negativo é consistente com o diagnóstico de Lúpus induzido por drogas. Sugestão de leitura complementar: Dellavance, A et cols. 3º Consenso Brasileiro para pesquisa de autoanticorpos em células HEp-2 (FAN).Recomendações para padronização do ensaio de pesquisa de autoanticorpos em células HEp-2,controle de qualidade e associações clínicas. Revista Brasileira de Reumatologia 2009;49(2):89-109. Borchers AT, Keen CL, Gershwin ME: Drug-induced lupus. Ann NY Acad Sci 2007;1108:166-182. S Vasoo. Drug-induced lupus: An update. Lupus 2006;15:757-761.

Referência:

Não Reagente: Inferior a 40,0 U/mL
Reagente: Superior ou igual a 40,0 U/mL