FOSFATASE ÁCIDA TOTAL

Código:

FAC

Sinônimo:

FA

Material:

Soro Acidificado

Volume:

1,0 mL

Método:

Colorimétrico

Volume Lab:

1,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

Hemólise, Fibrina, Coágulo, Lipemia, Acondicionamento inadequado e Recipiente inadequado.

36 horas

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Dia

Mes

8

8

4

Coleta:

1. Coleta venosa do sangue em tubo com ativador de coágulo (tubo gel separador); 2. Homogeneizar de 5 a 8 vezes por inversão e aguardar 30 minutos a retração do coágulo; 3. Centrifugar a amostra e separar 1,0 mL de soro imediatamente para um tubo de transporte. 4. Acidificar o soro logo após a separação com uma gota ou 30 µL de uma solução de ácido acético a 20% ou 0,8 Mol/L; 5. Homogeneizar por inversão e encaminhar a amostra devidamente identificada com código de barras no acondicionamento refrigerado (2 a 8°C) sem contato direto com o gelo Atenção: *Amostras que não atendam as especificações de preparo podem ser reconvocadas; *Não acidificar a amostra quando em contato com o gel separador, somente após realização da alíquota (separação do soro para o tubo de transporte); *O pH da amostra deve estar entre 0 a 6, caso esteja acima desse valor as amostras serão reconvocadas. Estabilidade: Até 8 dias refrigerado entre 2 e 8 ºC quando devidamente acidificado. **** Importante **** Volume mínimo de 540 uL

Interpretação:

Enzima presente no osso, próstata, baço e nas células sanguíneas (hemácias, plaquetas e leucócitos), entre outros. Em indivíduos do sexo masculino, a fração prostática representa aproximadamente 50% da fosfatase ácida total, sendo o restante proveniente do fígado e da desintegração das plaquetas e eritrócitos. Indicações: Seguimento de câncer de próstata, processos hematológicos, ósseos e mieloma múltiplo. Interpretação clínica: Níveis elevados da fração prostática são encontrados no câncer e na hiperplasia de próstata. Além deste sua elevação ocorre em processos de destruição plaquetária, doenças hemolíticas, doença de Paget avançada, metástases ósseas e mieloma múltiplo. Em indivíduos do sexo feminino é presumidamente proveniente do fígado, eritrócitos e plaquetas. Não tem significado clínico quando diminuída. Sugestão de leitura complementar: Suzuki TCA, Togo Y, Yasuda K, et al. Prostate cancer in a relatively young adult: a case report. 2008 Feb; 54(2):139-42. Tonon T, Schoffen JPF. Câncer de Prástata: Uma Revisão da literatura. Disponível em http://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/1189/900, consulta em 14 de fevereiro de 2016.

Referência:

Fosfatase acida total
normal : < 6,5 U/L