DETECÇÃO DE HERPES SIMPLEX TIPO 2

Código:

H2PCR

Sinônimo:

Detecção de DNA de HSV 2; Herpes tipo II

Material:

Sangue EDTA - Biomol

Volume:

5,0 mL

Método:

PCR em Tempo Real - Sistema TaqMan

Volume Lab:

5,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

16 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

168

720

Coleta:

Realizado em: sangue total com EDTA; secreção de pênis, secreção vaginal, secreção endocervical, secreção uretral, secreção vulvar e secreção anal (refrigerados - Tubo Digene). Líquor, líquido pericárdico, lavado bronco alveolar (frasco estéril).

Interpretação:

Técnica com alta sensibilidade, de aproximadamente 95% para o diagnóstico de infecção, snedo padrão ouro para o diagnóstico de infecção pelo herpesvirus. Em geral a encefalite neonatal é causada pelo HSV-2 e a encefalite adulta é causada pelo HSV-1. Os testes moleculares podem colaborar no monitoramento do tratamento com Acyclovir, Fanciclovir e Valaciclovir, que reduzem em 94% a eliminação dos herpesvirus em casos subclínicos com redução de 80% da detecção do DNA viral durante o tratamento. Indicação: Diagnóstico de encefalite por herpes. (cerca de 10-20% das encefalites são causadas por este agente) Interpretação clínica: Resultado positivo sugere infecção. Apesar da sensibilidade alta podem ocorrer resultados falso negativos Sugestão de leitura complementar: Molecular Diagnosis of Herpes Simplex Virus Infections in the Central Nervous System. Yi-Wei Tang, P. Shawn Mitchell, Mark J. Espy, Thomas F. Smith, and David H. Persing J. Clin. Microbiol. 1999. 37:2127-36 Wald A. Herpes Simplex Virus Type 2 Transmission: Risk Factors and Virus Shedding. Herpes 2004; 11(Suppl 3):130A-7A.

Referência:

Negativo

ATENÇÃO: Alteração do valor de referência a partir
de 27/04/2020.