DETECÇÃO DE HCV

Código:

HCVQL

Sinônimo:

PCR qualitativo para hepatite C

Material:

Plasma EDTA K2 gel GBO

Volume:

4,0 mL

Método:

PCR em Tempo Real - Abbott Real Time PCR

Volume Lab:

4,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

3 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

120

0

Coleta:

Coletar 1 tubo de plasma em EDTA K2 Gel GBO. Processamento da amostra coletada em EDTA K2 Gel GBO: O material deve ser centrifugado logo após a coleta por 10 minutos a 1.800G. Enviar o material em tubo primário. Os materiais que chegarem em temperatura ambiente serão considerados como LIMITADOS para a quantificação e/ou detecção viral e a interpretação do resultado será restrito. *3137 RPM (centrifuga com raio de 10cm) *2480 RPM (centrifuga com raio de 16cm) *2118 RPM (centrifuga com raio de 22cm)

Interpretação:

O RNA viral é um marcador direto da infecção ativa por HCV. A sua detecção pode ser feita poucos dias após a exposição ao vírus, por meio das técnicas de reação em cadeia da polimerase e transcrição reversa (rt-PCR). O uso desta técnica possibilita a detecção do genoma viral antes da soroconversão imunológica e permite o diagnóstico diferencial entre a hepatite auto-imune severa e a hepatite C. Indicação: Detecção do vírus da hepatite C estabelecendo o agente etiológico em casos de infecção aguda, quando ensaios imunodiagnósticos são não-reativos; identificação de indivíduos assintomáticos; pacientes com ELISA positivo para saber se há replicação viral (o tratamento só é indicado em pacientes virêmicos); seguir pacientes em tratamento. Interpretação clínica: Resultado positivo indica replicação viral. Devido a alta sensibilidade do método é possível ocorrer casos de falso positivo. O diagnóstico de hepatite C em pacientes RNA+/EIA- deve ser feita com cuidado, preferencialmente deve-se repetir os exames em uma segunda amostra. A janela imunológica do HCV, periodo logo após o contato com o vírus em que o paciente é RNA+/EIA-, pode durar em média 60dias. Cerca de 20% dos pacientes com EIA+ e IMUNOBLOT + tem resultado de PCR -, sugerindo cura espontânea. Uma vez iniciada a terapia com interferon, está indicado o teste qualitativo para seguimento do paciente pois este tem uma sensibilidade maior que o teste quantitativo e um custo menor. Sugestão de leitura complementar: Podzorski, RP Molecular testing in the diagnosis and management of hepatitis C virus infection. Arch Pathol Lab Med. 2002 Mar;126(3):285-90. Morishima, D. Clinical use of hepatitis C virus tests for diagnosis and monitoring during therapy.Clin Liver Dis. 1999 Nov;3(4):717-40.

Referência:

Não Detectado