Dengue Anticorpos IgG, IgM e Antígeno NS1 - teste rápido

Código:

DENGTR

Sinônimo:

Teste rápido

Material:

Soro Manual

Volume:

1,0 mL

Método:

Imunocromatográfico

Volume Lab:

1,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

Hemólise, Lipemia e Bilirrubinemia elevadas.

1 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

0

72

0

Coleta:

Jejum não necessário. Encaminhar amostra sob refrigeração 2 a 8 ºC.

Interpretação:

A dengue é uma doença febril aguda causada por um vírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. O seu principal vetor de transmissão é o mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais. Existem quatro tipos de dengue, pois o vírus causador da dengue possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. A infecção por um deles dá proteção permanente para o mesmo sorotipo, mas imunidade parcial e temporária contra os outros três. Indicações: Pesquisa de anticorpos IgG para vírus da Dengue. Interpretação clínica: Sintomas: febre, dor de cabeça, dores musculares (em juntas e periorbitais) e rash cutâneo. Em circunstâncias especiais, o quadro pode ser hemorrágico. Pode ser causada por contato com um dos quatro sorotipos do vírus da dengue: DEN-1, DEN-2, DEN3 e DEN-4, molecularmente relacionados e pertencentes ao gênero Flavivírus, família Flaviviridae (sendo, portanto, aparentada com os vírus de encefalite viral e febre amarela). Transmissão: pelos mosquitos do gênero Aedes (em especial, o Aedes aegypti). Período de Incubação: depois da picada de um mosquito infectado, ocorre um período de incubação de 2 - 9 dias, quando aparecem os sintomas. Antígeno NS1: O NS1 é marcador de fase aguda da infecção, mesmo antes do aparecimento dos anticorpos das classes IgM e IgG. Com 24 horas após o início dos sintomas já pode ser encontrado no soro, além de ser encontrado nas infecções primárias e secundárias. Anticorpos IgM: são encontrados em cerca de 80% dos pacientes no quinto dia e cerca de 99% dos pacientes no décimo dia após o contato com o vírus e pode persistir na circulação por até três meses. Anticorpos IgG: específicos tornam-se detectáveis dias após o aparecimento do IgM. Seus níveis se elevam até um e geralmente continuam detectáveis pelo resto da vida. Resultados falsos: uso de drogas imunossupressoras (gerando resultados falso-negativos), reação cruzada com outros Flavivírus (gerando resultados falso-positivos).

Referência:

Não reagente

ATENÇÃO: Alteração da metodologia a partir de
10/06/2019.

Metodologia antiga:
Imunocromatográfico e Enzimaimunoensaio.