CLEARENCE DE CREATININA

Código:

CLEAR1

Sinônimo:

Depuração de Creatinina; filtração glomerular;

Material:

Soro + urina 24 h

Volume:

1,0 mL de soro + 1,0 mL de urina de 24h

Método:

Jaffé modificado

Volume Lab:

1,0 mL de soro + 1,0 mL de urina de 24h

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

48 horas

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

0

96

720

Coleta:

IMPORTANTE: Informar peso, altura do paciente e a informação do volume urinário total das 24 horas. Encaminhar Tubo de Soro (CLEAR1) e o Tubo de Alíquota de Urina 24 h em tubo de transporte (CREAT2) SORO: - O soro pode ser obtido em qualquer momento do período da colheita da urina. URINA 24 HORAS: - Recomendável não realizar durante o período menstrual, em casos excepcionais utilizar o tampão vaginal. - O frasco para coleta do material deve ser retirado no Laboratório. O paciente deve desprezar a primeira urina da manhã, anotar o horário em que ocorreu esta micção e a partir deste horário, coletar todas as urinas emitidas durante as próximas 24 horas no mesmo frasco (sem perder nenhum volume). A urina deve ser coletada em frasco sem conservante e mantida refrigerada durante a coleta (não congelar). - Encaminhar a urina de 24 horas ao Laboratório no prazo máximo de 4 horas após o término da última coleta. O frasco deve ser identificado com nome, data e horário inicial da coleta. - A urina deve ser aliquotada e encaminhado o volume de 1 mL em tubo de transporte (com todas as informações de coleta no cadastro do exame).

Interpretação:

A creatinina é uma das melhores substâncias para a avaliação da taxa de filtração glomerular por várias razões: é uma substância endógena, sintetizada a uma taxa relativamente constante por cada indivíduo e é praticamente excretada por filtração glomerular (não há reabsorção tubular e existe uma secreção tubular apenas residual), podendo ser facilmente analisada. Assim, o clearence de creatinina é a prova mais popularizada para determinar a função renal. Teste utilizado na analisa a taxa de filtração glomerular em avaliação da função renal, calculado através da fórmula Cl= U x V/ P sendo que: U= concentração urinária de creatinina; obtida por método colorimétrico - reação de Jaffé ; V= Volume urinário minuto, calculado dividindo-se o volume total da amostra pelos minutos de coleta. Ex: clearence de 24h divide-se por 1440 min; 12h = 720min, etc. Pode-se calcular o clearence de qualquer período, desde que o tempo de coleta e o volume urinário sejam rigorosamente anotados; P= concentração plasmática de creatinina. O resultado encontrado deve então ser corrigido pela área corpórea, onde Fator = 1,73/A onde A= área corporal obtida por nomograma A correção se dá pela fórmula: Cl corr= Cl sem x Fator. Sinônimos: Depuração renal de creatinina. Indicação: Avaliação da função renal; estimativa da taxa de filtração glomerular; seguimento de progressão de insuficiência renal. Interpretação clínica: Quando comparado à avaliação dos níveis séricos de uréia e creatinina isolados, permite um diagnóstico mais precoce de alteração da função renal. A depuração está diminuída em nefropatias agudas e crônicas. Usadtambém no acompanhamento destas nefropatias e ajuste de dose terapêutica de algumas medicações. Deve-se considerar que a função renal decresce em 10% a cada década após os 50 anos. A velocidade de filtração glomerular aumenta na gravidez, e com exercícios físicos. Vários medicamentos interferem com a sua excreção, incluindo trimetoprim, cimetidina, probenecid, ácido ascórbico, hidantoína e cefalosporinas e na presença de glicose e corpos cetônicos. Sugestão de leitura complementar: Shivaraj Gowda, Prakash B. Desai, Shruthi S. Kulkarni, et al. Markers of renal function tests. N Am J Med Sci. 2010; 2(4): 170-3.

Referência:

Clearence corrigido : 90,0 a 139,0 mL/min/1,73m2