CHUMBO SANGUINEO

Código:

CHUMB

Sinônimo:

Chumbo inorgânico; Pb-S

Material:

Sangue - Tubo Trace EDTA ou Hep

Volume:

5,0 mL

Método:

ICP-MS

Volume Lab:

5,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

4 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

120

0

Coleta:

Coletar as amostras de sangue em uma das opções de Tubos Trace (Análise de Traços) com Conservantes Trace EDTA BD (Ref. 368381) ou Trace Heparina GBO (Ref. 456080); Encaminhar sob o acondicionamento adequado (Temperatura Refrigerada de 2 a 8ºC), sem contato direto com o gelo. Jejum não obrigatório. Colher na primeira hora da manhã antes do horário de trabalho.

Interpretação:

Uso: avaliação de exposição e toxicidade por chumbo. A concentração de chumbo no sangue é utilizada como indicador de exposição total a esse elemento, embora indique exposição ambiental recente. E um indicador de dose interna para exposição a chumbo inorgânico, mas também possui uma boa correlação com os indicadores de efeito deste metal. Sinônimos: Pb-S Indicações: Avaliação de toxicidade pelo Chumbo. É o exame de eleição no caso de exposição ambiental. Interpretação clínica: Resultados acima do índice Biológico Máximo Permitido (IBMP) indicam exposição em níveis tóxicos. Sugestão de leitura complementar: Manual de orientação sobre controle médico ocupacional da exposição a substâncias químicas. Disponível em http://www.anamt.org.br/site/upload_arquivos/sugestoes_de_leitura_3420141148287055475.pdf. Consulta em 07 de outubro de 2015. Moreira MFR, Neves EB. Uso do chumbo em urina como indicador de exposição e sua relação com chumbo no sangue. Cad Saúde Pública 2008; 24(9):2151-9.

Referência:

VR*: até 40,00 ug/dL
IBMP**: até 60,00 ug/dL
*Valor de Referência para pacientes não expostos.
**Índice Biológico Máximo Permitido (NR-7).

Metodologia desenvolvida e validada pelo laborató-
rio de acordo com a RDC 302 de 13/10/2005, Art.
5.5.5.1.