CAPACIDADE LATENTE DE LIGAÇÃO DO FERRO

Código:

CLF

Sinônimo:

CLLF; Capacidade livre de ligação do Ferro;

Material:

Soro

Volume:

1,0 mL

Método:

Determinação direta com Ferrozine

Volume Lab:

1,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

24 horas

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

0

720

Coleta:

Jejum não necessário. Encaminhar amostra sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC. **** Importante **** Volume mínimo de 540 uL

Interpretação:

Uso: avaliação e diagnóstico de anemias crônicas por deficiência de ferro. Como a transferrina tem uma grande capacidade latente de ligação ao ferro a capacidade de combinacão livre do ferro avalia a capacidade de reserva da transferrina em se ligar ao ferro. Sinônimos: Capacidade livre de ligação do Ferro. Indicações: Especialmente na avaliação de anemias especialmente microcítica e hipocrômica e a hemoglobina e o hematócrito estão baixos. Interpretação clínica: Está elevada na anemia ferropriva. Está baixa nas anemias de doenças crônicas, sideroblásticas, hemolíticas e na hemocromatose. Outras causas de aumento: uso de anticoncepcionais e gravidez; outrasa causas de diminuição: desnutrição, estados inflamatórios e neoplasias. Sugestão de leitura complementar: Cook JD. Diagnosis and management of iron-deficiency anaemia. Best Pract Res Clin Haematol 2005;18(2):319-32. Grotto HZW. Diagnóstico laboratorial da deficiência de ferro. Rev Bras Hematol Hemoter 2010; 32( Suppl 2 ): 22-8.

Referência:

110,0 a 370,0 ug/dL