Borrelia burgdorferi - Doença de Lyme

Código:

BORREPCR

Sinônimo:

Material:

liquor EXT

Volume:

2,0 mL

Método:

PCR em Tempo Real (Nested PCR)

Volume Lab:

2,0 mL

Rotina:

Resultado em:

Interferentes:

25 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Dia

0

7

0

Coleta:

Realizado em: - LCR, líquido articular: enviar ao menos 2 mL de amostra, refrigerada. - Sangue total-EDTA: enviar ao menos 5 mL de amostra, refrigerada.

Interpretação:

A doença de Lyme é uma infecção bacteriana causada pelo espiroqueta Borrelia burgdoferi, é transmitida por carrapatos e é endêmica à áresa silvestres. O sintomas são eritema migrante, inchaço dos gânglios linfáticos locais, mal estar, fadiga, dores de cabeça, febre e calafrios, rigidez do pescoço e dores musculares e articulares que duram cerca de um mês. Os sintomas menos comuns incluem a lombalgia, náusea e vômito, dor de garganta, aumento de linfonodos e do baço. Embora a maioria dos sintomas surjam e desapareçam, a sensação de mal estar e a fadiga podem persistir por semanas. Se não tratada em 80% dos casos surgem após algumas semanas a dois anos as complicações tardias, com sintomas neurológicos iniciais como meningite, encefalite e disfunção das funções intelectuais (alucinações, perdas de memória, outras), paralisia de músculos devido aos danos nos nervos; e possivelmente problemas cardiacos (15% dos casos) - arritmias (batimentos cardíacos irregulares) e pericardite (inflamação do saco que envolve o coração). Mais tarde aparecem artrites com dores nas articulações e artrite. Em 50% dos casos ocorre neuropatia facial. Interpretação clínica: O resultado de PCR deve ser interpretado em conjunto com os testes sorológicos e dados clínicos do paciente. Em geral pode-se dizer que resultado positivo na PCR sugere atividade da doença. Sugestão de leitura complementar: Steere AC. Lyme disease. N Engl J Med. 2001 Jul 12;345(2):115-125. BL Schmidt PCR in laboratory diagnosis of human Borrelia burgdorferi infections.Clin Microbiol Rev 1997 10: 185-201 Lyme disease. http://www.cdc.gov/ncidod/dvbid/lyme/index.htm. Consulta em 13 de agosto de 2013.

Referência:

Não detectável

ATENÇÃO: Alteração do valor de referência a partir
de 30/05/2018.

Valor de referência antigo:
Não detectável

*Este exame tem uma sensibilidade de 99% e uma
especificidade de 98%.