ARSÊNICO SANGUÍNEO

Código:

ARSANGUE

Sinônimo:

As

Material:

Sangue - Tubo Trace EDTA ou Hep

Volume:

2,0 mL

Método:

ICP-MS (Plasma Indutivamente Acoplado ao Espectro de Massas)

Volume Lab:

2,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

7 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

168

720

Coleta:

Jejum não necessário. Coletar 2,0 mL de sangue total uma das opções de Tubos Trace (Análise de Traços) com Conservantes Trace EDTA BD (Ref. 368381) ou Trace Heparina GBO (Ref. 456080); Encaminhar sob o acondicionamento adequado (Temperatura Refrigerada de 2 a 8ºC), sem contato direto com o gelo. As amostras coletadas em tubos comuns serão rejeitadas. Enviar o material refrigerado ao laboratório. Interferentes/Cuidados: 3 dias antes da coleta, não ingerir frutos do mar. Critérios de rejeição: -Material inadequado (hemólise ou lipemia); -Amostra insuficiente; -Amostra sem identificação; -Tubo danificado; -Temperatura inadequada; -Contaminação evidente na amostra;

Interpretação:

A detecção e dosagem laboratorial de arsênio confirmam a suspeita de intoxicação por arsênio. Indicações: Exame útil para monitorização de indivíduos profissionalmente expostos ao arsênico inorgânico, usado na metalurgia de minérios arseniacais, indústria eletrônica, indústria farmacêutica, manufatura de vidro, tintas, lacas, inseticidas, parasiticidas, raticidas, ligas de chumbo, semicondutores, agente descolorante do bronze, impressão em tecidos, curtimento, taxidermia, produção de pigmento. Interpretação clínica: Valores acima do Índice Biológico Máximo Permitido (IBMP) indicam uma exposição ambiental acima do limite de tolerância ao arsênico. Concentrações baixas não descartam a relação causal, dependendo da hora da ingestão. Sugestão de leitura complementar: Envenenamento por metais. Arsenio. http://ltc-ead.nutes.ufrj.br/toxicologia/mX.arse.htm. Consulta em 14 de junho de 2014

Referência:

Até 23 ug/L