ADENOVÍRUS

Código:

ADEPCR

Sinônimo:

Detecção por PCR

Material:

Lavado bronco-alveolar

Volume:

5,0 mL

Método:

PCR em Tempo Real - Fluorescence Resonance Energy Transfer (FRET)

Volume Lab:

5,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

Amostras colhidas em tubo com heparina, amostras manuseadas, aliquotadas ou transferidas para tubos não estéreis

7 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

168

720

Coleta:

Realizado em: sangue total com EDTA, escarro, lavado broncoalveolar, secreção orofaríngea, secreção traqueal e secreção ocular, urina(refrigerados). Lavado brônquico, líquido pleural, líquido pericáridico e líquor (congelados). Enviar em frasco estéril.

Interpretação:

Em indivíduos imunocompetentes os adenovírus estão associados a doenças autolimitadas. Em crianças são responsaveis por 7% das infecções respiratorias baixas. Em imunossuprimidos podem evoluir com quadro grave de infecção pulmonar, cistite hemorrágica, diarreia e meningite.Indicação: Suspeita de infecção por adenovirus em imunossuprimidos ou recém-nascidos. O exame óde ser realizado em urina, escarro, lavado broncoalveolar, secreçãoo confuntival, secreção orofaringea, secreção traqueal, líquido pleural, pericardico e sinovial, e líquor. Interpretação clínica: A detecção do genoma do adenovírus indica a presença deste agente no espécime clínico investigado. Entretanto o resultado do teste deve ser usado em conjunto com dados clínicos e outros marcadores laboratoriais como um indicador prognóstico da doença e para seguimento de terapia. OBS: O resultado Não Detectado indica que a carga viral está abaixo do limite de detecção do teste e não exclui a possibilidade de infecção pelo adenovírus. Sugestão de leitura complementar: Janani MK, Malathi J, Madhavan HN. Isolation of a variant human adenovirus identified based on phylogenetic analysis during an outbreak of acute keratoconjunctivitis in Chennai. Indian J Med Res. 2012 Aug; 136(2): 260-4. Rocholl C, Gerber K, Daly J, Pavia AT, Byington CL. Adenoviral Infections in Children: The Impact of Rapid Diagnosis. Pediatrics. 2004;113:51-6.

Referência:

Não detectado