ÁCIDO HOMOGENTÍSICO - Pesquisa

Código:

HOMOG

Sinônimo:

Alcaptonúria, Ocronose, HGA

Material:

Urina

Volume:

10,0 mL

Método:

Cromatografia Gasosa/Espectrometria de Massa (GC/MS)

Volume Lab:

10,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

10 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

48

0

Coleta:

Orientações de coleta: 1 - Coletar preferencialmente a primeira urina da manhã ou qualquer outra micção com intervalo de no mínimo 2 horas sem urinar; 2 - Não é recomendado realizar no período menstrual. Em casos excepcionais e nos de urgência, pode ser realizada a coleta de urina no período menstrual utilizando um tampão vaginal; 3 - Lave as mãos. Realizar a antissepsia da região genital com lenços umedecidos; 4 - Abra a embalagem, despreze o 1º jato da urina no vaso sanitário e colete o 2º jato da urina no pote estéril; 5 - Realizar uma alíquota de no mínimo 10 ml; 6 - Encaminhar amostra sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC. Importante: É necessário o envio da REQ03595- Questionário para investigação de erros inatos do metabolismo e a cópia do pedido médico para execução do exame.

Interpretação:

O ácido homogentísico acumula-se no sangue, urina e outros tecidos conjuntivos na alcaptonúria, doença que ocorre por deficiência da enzima ácido homogentísico-oxidase. Indicação: O teste é útil no diagnóstico da alcaptonúria. Interpretação clínica: Está aumentado na alcaptonúria Interferentes: aumentando - ácido aminosalicílico, levodopa, fenotiazinas, salicilatos, ácido ascórbico, L-dopa Sugestão de leitura complementar: Forslind K, Wollhein FA, Akesson B, Rydholm U. Alkaptonuria and ochronosis in three siblings: ascorbic acid treatment monitored by urinary HGA excretion. Clin Exp Rheumatol 1988; 6: 289-92. Gonçalves FPA, Ribeiro FR, Filardi CS, Brasil Filho R. Artropatia ocronótica. Acta Ortoped Bras 2006; 14(1): 40-1.

Referência:

Inferior a 1,0 mmol/mol