ZINCO ERITROCITÁRIO

Código:

ZNERITRO

Sinônimo:

Material:

Sangue-Trace Hep ou EDTA

Volume:

3,0 mL

Método:

ICP-MS

Volume Lab:

3,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

12 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Dia

Hora

0

7

0

Coleta:

Coletar as amostras de sangue em uma das opções de Tubos Trace (Análise de Traços) com Conservantes Trace EDTA BD (Ref. 368381) ou Trace Heparina GBO (Ref. 456080); Encaminhar sob o acondicionamento adequado (Temperatura Refrigerada de 2 a 8ºC), sem contato direto com o gelo. Jejum 8h. Colher na primeira hora da manhã antes do horário de trabalho. Elemento extremamente fácil de contaminação exógena; Evitar coletar amostra com luvas com talco; A amostra não deve ser manipulada, o tubo deverá ser só para este exame (tubo único); Informar o uso de medicamentos e poli vitamínicos.

Interpretação:

O zinco é um elemento essencial e faz parte de diversas proteínas e enzimas. A sua deficiência se manifesta em seres humanos, após alguns anos de depleção, como resultado da ingestão constante de dietas deficitárias desse elemento que poderão causar transtornos na cicatrização de feridas, funções imunológicas, divisão e crescimento celular, desenvolvimento fetal , retarda o crescimento, desenvolvimento sexual, dermatites e alopecia. A análise de Zn-Eritrocitário é para ajudar na avaliação do estado nutricional pregresso (carência) com relação a depleção e seus efeitos a curto, médio e longo prazo. Além dessa avaliação bioquímica, o diagnóstico deverá ser complementado com dados dietéticos e antropométricos. Excesso de zinco não é de grande preocupação clínica. O hábito de tomar megavitaminas (contendo grandes doses de zinco) não produz problemas de toxicidade direta. O excesso de zinco absorvido na dieta e por medicamentos é excretado na urina.

Referência:

1000,0 a 1600,0 ug/dL