UROPORFIRINA, Pesquisa - urina

Código:

UROPO

Sinônimo:

Material:

Urina - Protegida da luz

Volume:

10,0 mL

Método:

Fluorescência

Volume Lab:

10,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

5 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

24

48

0

24

48

0

Coleta:

Orientações de coleta: 1 - Coletar preferencialmente a primeira urina da manhã ou qualquer outra micção com intervalo de no mínimo 2 horas sem urinar; 2 - Não é recomendado realizar no período menstrual. Em casos excepcionais e nos de urgência, pode ser realizada a coleta de urina no período menstrual utilizando um tampão vaginal; 3 - Lave as mãos. Realizar a antissepsia da região genital com lenços umedecidos; 4 - Abra a embalagem, despreze o 1º jato da urina no vaso sanitário e colete o 2º jato da urina no pote estéril; 5 - Realizar uma alíquota de no mínimo 10 ml e proteger da luz; 6 - Encaminhar amostra sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC.

Interpretação:

Exame útil no diagnóstico das porfirias, erros metabólicos decorrentes de defeitos na síntese de porfirinas. Na intoxicação por chumbo e outros metais pesados há alteração do metabolismo das porfirinas podendo alterar também a uroporfirina.. Indicação: Diagnóstico diferencial das porfirias e intoxicação por chumbo e outros metais pesados. Interpretação clínica: Em condições normais a uroporfirina é negativa na urina. Está elevada na porfiria eritropoiética congênita e cutânea tarda. Está elevada também na Insuficiência Renal Crônica (IRC) e em algumas neoplasias. Sugestão de leitura complementar: Thadani H, Deacon A, Peters T. Diagnosis and management of porphyria. BMJ. 2000; 320: 1647-51.

Referência:

Negativa

Metodologia desenvolvida e validada pelo laborató-
rio de acordo com a RDC 302 de 13/10/2005,
Art. 5.5.5.1.