TIROSINA

Código:

TIROSP

Sinônimo:

Material:

Soro congelado EXT

Volume:

2,0 mL

Método:

Cromatografia de gases com detector por ionização de chama (CG-FID).

Volume Lab:

2,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

12 dia(s)

Temperatura:

Congelado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Mes

0

0

1

Coleta:

Enviar 2,0 mL de soro ou plasma com heparina congelado.

Interpretação:

O aumento de tirosina é das alterações neonatais mais comuns. A monitoração laboratorial permite previnir os possíveis efeitos de desenvolvimento intelectual e/ou motor provocados por altos níveis de tirosina que podem estar associados a aumento secundário da fenilalanina. Indicação: Exame utilizado no diagnóstico da tirosinemia neonatal transitória (TNT) e na monitoração dietoterápica da tirosinemia. Através da monitoração da concentração da tirosina é possível monitorar e ajustar a dietoterapia em crianças, adultos e gestantes com tirosinemia. Interpretação clínica: Em neonatos com TNT nascidos a termo, os níveis séricos geralmente são baixos nos primeiros dois dias após o parto e atingem níveis máximos na segunda semana de vida, podendo ocorrer em até 30% dos prematuros. Pacientes com tirosinemia apresentam níveis elevados de tirosina.

Referência:

< 24 meses: 26 a 115 umol/L
02 a 17 anos: 31 a 106 umol/L
>= 18 anos: 31 a 90 umol/L