TESTE DE PATERNIDADE AMOSTRA ADICIONAL FALECIDO

Código:

PATREADD

Sinônimo:

Investigação de Vínculo Genético de Filiação

Material:

Papel Filtro - FTA

Volume:

Preencher os circulos do Papel Filtro

Método:

PCR - STR - Sequenciador ABI

Volume Lab:

Preencher os circulos do Papel Filtro

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

15 dia(s)

Temperatura:

Ambiente

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Ano

0

0

10

0

0

Coleta:

Coleta: - Fazer assepsia da área de coleta com álcool e aguardar secar; - Realizar punctura com lanceta azul (1,5 mm); - Aplicar as gotas nos círculos do cartão, completando as partes específicas para cada participantes do teste; - Verificar se a mancha de sangue está visível no verso do papel; - Aguardar secar completamente o cartão do papel filtro (aprox. 5 min.); - Evitar a contaminação com o papel com sangue de outro paciente. - Acondicionar o cartão de papel filtro dentro da Ficha de Coleta do Teste de Paternidade/DNA; Observações: - Caso a mãe tenha menos que 18 anos encaminhar com o material uma declaração do responsável legal. - Quando o filho não for registrado em nome do suposto pai, é necessário uma declaração do responsável legal. - Quando o filho não tiver registro deve ser encaminhado a declaração de nascido vivo. É necessário utilizar kit específico para paternidade disponibilizado pelo laboratório Alvaro.

Interpretação:

Interpretação: O Laboratório Alvaro emprega em suas análises o DNA genômico extraído de leucócitos presentes no sangue dos examinandos (Suposto Pai, Mãe e Filho (a)). Para cada indivíduo determina-se os seus dois alelos de cada um dos treze locos em estudo. Na identificação de cada loco de microssatélite utiliza-se a tecnologia da PCR (Polymerase Chain Reaction, Reação em Cadeia pela Polimerase) que amplifica os locos e promove a marcação destes utilizando-se oligonucleotídeos marcados com grupos fluorescentes de quatro cores diferentes. Os alelos amplificados e marcados são analisados em sequenciador automático ABI-PRISM Genetic Analizer (sistema validado pelo TWGDAM) e seus tamanhos em pares de bases (bp) são determinados por meio de comparação com padrões previamente obtidos de DNA de comprimento conhecido. Posteriormente todos os dados são calculados estatisticamente com base em tabelas de freqüências alélicas determinadas experimentalmente numa amostra representativa da população. Nos casos de inclusão de paternidade alcança-se uma certeza maior do que 99,99% e nos casos de exclusão de paternidade a certeza é de 100%. As amostras adicionais quando o suposto pai já faleceu são utilizadas para obter um resultado mais preciso de vinculo genético e os perciandos iniciais não apresentam os microssatélites necessários par se fechar um resultado.

Referência: