Teste confirmatório para LSD - urina

Código:

CLSD

Sinônimo:

Amina de ácido lisérgico

Material:

Urina EXT

Volume:

10,0 mL

Método:

Espectrometria-Cromatografia Gases/Massa (GC/MS)

Volume Lab:

10,0 mL

Rotina:

Resultado em:

Interferentes:

15 dia(s)

Temperatura:

Congelado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

0

0

720

Coleta:

Interpretação:

O ácido dietilamino lisérgico (LSD) é um potente alucinógeno, muito mais poderoso que a mescalina, por exemplo. As doses habituais variam de 40 a 120 µg. Ainda que não se conheça a quantidade letal em humanos e que ela pareça ser muito mais alta que a dose psicoativa, o uso de LSD sempre implica risco de parada respiratória. A substância é um composto semi-sintético derivado do alcalóide ergot, que tem como fonte o fungo parasita Claviceps purpurea. Os dois maiores problemas médicos do uso do LSD são sua ação prolongada (mais de 12 horas) e a ocorrência de acidentes fatais, incluindo suicídio, durante o estado de intoxicação. Após a administração, o LSD é amplamente metabolizado pelo organismo, que excreta apenas 1% da dose na urina sem metabolização. Janela de Detecção é de 1 dia.

Referência:

Valor de referência:

Limite de quantificação: 5 ng/mL
Incerteza de medida: 0,8 ng/mL

Na amostra enviada foi analisado o conteúdo
de todas as substâncias indicadas. Foi utilizado
como critério de positividade o fato da
concentração destas substâncias ser superior ou
igual aos valores do limite de quantificação
somado ao valor de inexatidão do ensaio.
Caso contrário, o resultado é considerado
negativo. Os resultados obtidos são apenas
relacionados à amostra testada.

O laboratório tem incerteza de medida ao longo da
faixa de trabalho.

ATENÇÃO:Alteração do valor de referência a partir
de 29/01/2018.
Valor de referência ANTIGO:
Não detectado.