ROTAVÍRUS - Pesquisa

Código:

ROTA

Sinônimo:

Pesquisa de Rotavírus, gastroenterite viral

Material:

Fezes

Volume:

5,0 g

Método:

Imunocromatográfico

Volume Lab:

5,0 g

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

24h

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

72

0

Coleta:

Frasco estéril. Caso exame não for realizado no momento refrigerar a amostra.

Interpretação:

Os rotavírus são a principal causa mundial de gastroenterites com desidratação em crianças. O diagnóstico precoce através da detecção do rotavírus nas fezes evita o uso desnecessário de antibióticos e orienta medidas epidemiológicas. Os rotavírus podem também causar infecção em adultos. A doença é geralmente moderada, com casos também ocorrendo entre viajantes, de forma epidêmica, após contato com a água. O diagnóstico da infecção por rotavirus é realizado através da detecção do antígeno viral nas fezes. Pacientes podem excretar o vírus nas fezes por até 4 a 10 dias após o início do quadro. Indicação: Diarréia, náuseas e vômitos, particularmente em lactentes e crianças até 2 anos, esporadicamente em crianças maiores e adultos. Gastroenterites agudas não bacterianas. Interpretação clínica: O exame apresenta 100% de especificidade. A sensibilidade é menor uma vez que é realizado em amostras isoladas (limite de sensibilidade = 10 milhões de virions/g de fezes). A positividade é maior nos primeiros 3 a 5 dias e, para aumenta-la, o exame deve ser realizado em mais de 1 amostra. Sugestão de leitura complementar: Alexandre C. Linhares. Epidemiologia das infecções por rotavírus no Brasil e os desafios para o seu controle. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro 2000; 16(3): 629-46.

Referência:

Negativo