MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS - Anticorpos IgG

Código:

SORO REF 891

Sinônimo:

Sorologia para M. tuberculosis;

Material:

SORO REF 891

Volume:

1,0 mL

Método:

ELISA

Volume Lab:

1,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

24 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Dia

Dia

0

2

30

Coleta:

Orientações de coleta: 1 - Coletar amostra em tubo gel; 2 - Aguardar 30 min para retração do coagulo; 3 - Realizar a centrifugação em 3.200 RPM por 12 min; 4 - Encaminhar amostra sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC.

Interpretação:

Não é método único de diagnóstico de tuberculose. A presença de anticorpos não indica necessariamente infecção ativa ou recente. Parece haver maior formação de anticorpos nas formas mais avançadas da doença, principalmente nos pacientes pediátricos. Nessa faixa etária, em que a doença pode ser de difícil diagnóstico o exame pode ser útil permitindo o diagnóstico rápido e o consequente início de tratamento, em casos suspeitos de formas graves, especialmente de tuberculose na infância. Indicação: Complemento diagnóstico da tuberculose. Interpretação clínica: Os níveis de anticorpos geralmente são mais baixos em crianças não doentes. Títulos elevados de anticorpos costumam estar relacionados a formas graves da doença em todas as idades, especialmente os de IgG. Sugestão de leitura complementar: Monteiro, Alonso Martinez. Comparação de testes sorológicos para o diagnóstico da tuberculose. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca ENSP - Dissertação de Mestrado. 2010. Sant'Anna CC, Fonseca LS, Saad MHF. Relação entre o diagnóstico sorológico (ELISA) e a gravidade da tuberculose pulmonar na infância. Ver Soc Bras Med Tropical 2001; 34(6): 531-5.

Referência:

Negativo: Inferior a 8 U/mL
Indeterminado: 8 a 12 U/mL
Positivo: Superior a 12 U/mL

ATENÇÃO: Alteração do valor de referência a partir
de 21/09/2018.

Valor de referência antigo:
Não reagente