LEISHMANIA - Pesquisa

Código:

LEISH

Sinônimo:

Leishmaniose Tegumentar Americana

Material:

Secreção de Lesão em Lâmina

Volume:

2 a 5 láminas

Método:

Manual

Volume Lab:

2 a 5 láminas

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

Pouco material na lâmina. Suspender medicação tópica 2 dias antes da coleta.

48 horas

Temperatura:

Ambiente

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

72

0

0

Coleta:

Em úlcera cutânea o material deve ser obtido por 'coleta' junto à derme e nas bordas da lesão. Medicação tópica interfere, deve ser suspenso o medicamento 2 dias antes da coleta. Do material coletado confeccionar de 2 à 5 lâminas, previamente identificadas com as inciais do paciente e proceder ao esfregaço suave. O esfregaço deve ser em movimentos circulares de dentro para fora levemente. Deixar secar em temperatura ambiente e acondicionar em porta lâminas identificado.

Interpretação:

Uso: diagnóstico da leishmaniose (principalmente em úlcera cutâneas). Devido à baixa sensibilidade da pesquisa direta, é importante associar a reação de Montenegro e a sorologia para o diagnóstico da Leishmaniose.

Referência:

Ausente

ATENÇÃO: Alteração da metodologia a partir de
21/05/2018 e valor de referência a partir de
23/05/2018.

Valor de referência antigo:
Negativo

Metodologia antiga:
Microscopia (Coloração de Giemsa)