IMUNOELETROFORESE DE PROTEÍNA URINÁRIO

Código:

IMUNOU

Sinônimo:

Detecção de proteínas monoclonais por imunofixação

Material:

Urina 24h

Volume:

30,0 mL

Método:

Imunofixação em gel de agarose/Colorimétrico - Vermelho de Pirogalol

Volume Lab:

30,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

10 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

168

720

Coleta:

Orientações de coleta: 1 - Durante as 24 horas de coleta, a ingestão de líquidos deve ser a habitual. 2 - Não é recomendado realizar no período menstrual. Em casos excepcionais e nos de urgência, pode ser realizada a coleta de urina no período menstrual utilizando um tampão vaginal; 3 - Ao levantar-se pela manhã, despreze o conteúdo da 1ª micção e assinale a hora em que você o fez. Por exemplo, às 7:00 h. 4 - A partir desse momento, toda vez que o paciente urinar, durante o resto do dia e também à noite, recolher integralmente a urina de cada micção, colocando-a no mesmo frasco de coleta. Este deve ser bem fechado e guardado em refrigerador entre as micções. 5 - Se a quantidade de urina for maior do que o frasco comporta, use frascos adicionais (quantos forem necessários), para conter todo o volume de 24 horas. 6 - Exatamente na mesma hora que ocorreu a 1ª micção do dia anterior, urine e recolha essa urina no mesmo frasco. No nosso exemplo, às 7:00 h. da manhã. Esta última amostra deve ser acrescentada e misturada às amostras anteriores. 7 - Encaminhar uma alíquota de 30 mL da amostra e encaminhar sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC.

Interpretação:

Exame que tem substituído a imunoeletroforese na detecção de proteínas monoclonais na urina. Tem maior sensibilidade para a detecção de pequenas bandas monoclonais na presença de imunoglobulinas policlonais e uma leitura mais rápida, pois a difusão através do gel não é necessária, facilitando a interpretação. Indicações: Confirmação da presença de proteínas monoclonais Interpretação clínica: Cadeias leves monoclonais podem ser detectadas na urina de mais da metade de pacientes com mieloma múltiplo. Cadeias leves policlonais podem ser detectadas em pacientes com outras doenças, geralmente como parte de moléculas completas de imunoglobulinas. Sugestão de leitura complementar: McPherson RA, Massey HD. Laboratory evaluation of immunoglobulin function and humoral immunity. In: McPherson: Henry's Clinical diagnosis and Management by laboratory Methods, 22nd ed, Saunders, 2011 Wells JV, Fudenberg HH. Paraproteinemias. Dis Mon 1974; 1:45-52

Referência:

Ausência de bandas monoclonais e cadeias leves,
livres ou associadas.
Proteinúria de 24 horas: 0,03 a 0,14 g/24h