IGFBP-3 - Proteína ligadora IGF-I tipo 3

Código:

IGFBP

Sinônimo:

IGFBP - 3, IGF- I tipo 3

Material:

Soro congelado

Volume:

1,0 mL

Método:

Quimioluminescência

Volume Lab:

1,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

Ictéricia (concentrações de bilirrubina acima de 200mg/L), Hemólise (concentrações de hemoglobina acima de 550mg/dL) e Lipemia (concentrações de triglicerídeos acima de 3000 mg/dL)

2 dia(s)

Temperatura:

Congelado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

0

4320

Coleta:

Jejum necessário de 4 horas. Para crianças, ficam estabelecidos os seguintes intervalos de jejum: Menores de 1 ano: Intervalo entre as mamadas (jejum de 3 horas) Crianças de 1 a 4 anos: 4 horas de jejum Crianças a partir de 5 anos: Igual critério para adultos As amostras de soro devem ser separadas imediatamente após a coleta (em tubo de transporte ou tubo gel separador); As amostras devem ser armazenadas a -20°C ou menos; Evitar o congelamento e descongelamento repetitivo nas amostras. Encaminhar o material em tubo de transporte no acondicionamento congelado (com gelo seco).

Interpretação:

Uso: avaliação de várias situações clínicas (atraso no crescimento, acromegalia, estado nutricional). A secreção de GH (hormônio do crescimento) flutua ao longo do dia, tendo uma meia vida de 15 a 20 minutos. As concentrações de IGFBP-3 têm uma variação diária muito pequena, podendo oferecer informação mais segura e útil. Os níveis de IGFBP-3 são menos dependentes da idade, sendo mais altos em crianças jovens que os níveis de IGF-1. Isto permite uma melhor diferenciação entre os níveis normais e subnormais. As dosagens de IGFBP-3 são úteis também para monitorar a eficácia do tratamento por deficiência de GH. Uma combinação das dosagens de IGFBP-3 e IGF-1 pode prover uma melhor avaliação quanto à avaliação de estatura baixa em crianças. Valores aumentados: acromegalia. Valores diminuídos: atraso no crescimento, estado nutricional.

Referência:

1 ano: 0,7 a 3,6 ug/mL
2 anos: 0,8 a 3,9 ug/mL
3 anos: 0,9 a 4,3 ug/mL
4 anos: 1,0 a 4,7 ug/mL
5 anos: 1,1 a 5,2 ug/mL
6 anos: 1,3 a 5,6 ug/mL
7 anos: 1,4 a 6,1 ug/mL
8 anos: 1,6 a 6,5 ug/mL
9 anos: 1,8 a 7,1 ug/mL
10 anos: 2,1 a 7,7 ug/mL
11 anos: 2,4 a 8,4 ug/mL
12 anos: 2,7 a 8,9 ug/mL
13 anos: 3,1 a 9,5 ug/mL
14 anos: 3,3 a 10,0 ug/mL
15 anos: 3,5 a 10,0 ug/mL
16 anos: 3,4 a 9,5 ug/mL
17 anos: 3,2 a 8,7 ug/mL
18 anos: 3,1 a 7,9 ug/mL
19 anos: 2,9 a 7,3 ug/mL
20 anos: 2,9 a 7,2 ug/mL
21 a 25 anos: 3,4 a 7,8 ug/mL
26 a 30 anos: 3,5 a 7,6 ug/mL
31 a 35 anos: 3,5 a 7,0 ug/mL
36 a 40 anos: 3,4 a 6,7 ug/mL
41 a 45 anos: 3,3 a 6,6 ug/mL
46 a 50 anos: 3,3 a 6,7 ug/mL
51 a 55 anos: 3,4 a 6,8 ug/mL
56 a 60 anos: 3,4 a 6,9 ug/mL
61 a 65 anos: 3,2 a 6,6 ug/mL
66 a 70 anos: 3,0 a 6,2 ug/mL
71 a 75 anos: 2,8 a 5,7 ug/mL
76 a 80 anos: 2,5 a 5,1 ug/mL
81 a 85 anos: 2,2 a 4,5 ug/mL