IgE ESPECÍFICO (F319) - Alimentos - Beterraba

Código:

F319

Sinônimo:

Material:

Soro

Volume:

1,0 mL

Método:

Immunocap

Volume Lab:

1,0 mL

Rotina:

Resultado em:

Interferentes:

2 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

0

0

0

Coleta:

Realizado em: - Soro: Coletar 1 tubo de sangue total, centrifugar e encaminhar 1 mL de soro, refrigerado.

Interpretação:

Este teste é utilizado para identificar o alérgeno responsável pelas manifestações alérgicas de um indivíduo. Dependendo dos sintomas e do quadro relatado pela pessoa, pode ser realizada a pesquisa de anticorpos IgE específicos contra diferentes painéis de alérgenos mais comuns, quando não houver uma suspeita do provável agente alergênico, ou contra alérgenos específicos isolados, quando existir forte suspeita de alguma substância causadora do quadro alérgico. - Um teste de RAST em níveis normais, na presença de IgE total elevada, pode indicar que as manifestações alérgicas decorrem de outro alérgeno ou, então, que o resultado não está associado a quadro alérgico, mas, sim, a outras condições clínicas, como doenças parasitárias, nefrite intersticial por fármacos, síndrome hiper-IgE, aspergilose broncopulmonar e doença enxerto versus hospedeiro, entre outras. Por outro lado, é possível que níveis discretos ou moderadamente elevados de anticorpos IgE específicos sejam compatíveis com IgE total dentro da faixa da normalidade. Nota: As amostras de soro para testes com fármacos e venenos com o ImmunoCAP devem ser recolhidas durante ou próximo da exposição de preferência não mais de 6 meses após a exposição. Se o resultado do teste for negativo e ainda se suspeitar fortemente de uma reação mediada por IgE, é aconselhável recolher nova amostra e repetir o teste após 5 a 6 semanas.

Referência:

Inferior a 0,10 KU/L

Grau de Sensibilização (Correlação Clínica)
Baixo: 0,10 a 0,70 KU/L
Moderado: 0,71 a 3,50 KU/L
Alto: Acima de 3,50 KU/L

O grau de sensibilização deve ser analisado em
conjunto com a história clínica do paciente. Seus
níveis podem ser um indicativo de quanto o alér-
geno está relacionado ao quadro clínico atual e
também auxiliar na predição de sintomas futuros.

ATENÇÃO: Alteração do valor de referência a partir
de 19/02/2019.

Valor de referência antigo:
Classe Intervalo em KUA/L (*) Nível de Alérgeno
0 Inferior a 0,35 Indetectável
1 De 0,35 a 0,70 Muito Baixo
2 De 0,71 a 3,50 Baixo
3 De 3,51 a 17,50 Moderado
4 De 17,51 a 50,00 Elevado
5 De 50,01 a 100,00 Muito Elevado
6 Superior a 100,00 Muito Elevado

(*) KU - Unidades Internacionais

A - Anticorpo Específico para o Alérgeno Investi-
gado

Nota: Exame processado no equipamento Unicap 1000
(tecnologia ImmunoCAP).

Grau de sensibilização (correlação clínica)
0,10 a 0,70 KUA/L: Baixo
0,71 a 3,50 KUA/L: Moderado
Superior a 3,50 KUA/L: Alto