GLOBULINA LIGADORA DE TIROXINA

Código:

TBG

Sinônimo:

TBG, Globulina transportadora de T4

Material:

Soro

Volume:

2,0 mL

Método:

Quimioluminescência

Volume Lab:

2,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

Ictéricia (concentrações de bilirrubina acima de 200mg/L), Hemólise (concentrações de hemoglobina acima de 384mg/dL) e Lipemia (concentrações de triglicerídeos acima de 3000mg/dL)

2 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

48

720

Coleta:

********* Importante ********* Volume mínimo 240 uL - Jejum não necessário - O cliente deve informar os medicamentos em uso, especialmente hormônios tiroidianos, antiarrítmicos, anticoncepcionais, andrógenos e corticóides; - Coletar amostra em tubo gel; - Aguardar 30 min para retração do coagulo; - Realizar a centrifugação em 3.200 RPM por 12 min; - Encaminhar amostra sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC.

Interpretação:

Uso: avaliação dos casos onde os níveis de algum hormônio tireoidiano não se correlacionam com a condição clínica e metabólica do paciente. A globulina ligadora de tiroxina (TBG) é uma glicoproteína produzida no fígado, que liga com alta afinidade T4 e T3. Devido ao fato de que esta proteína é a principal ligadora de hormônios tireóideos, aumentos ou diminuições em sua concentração podem alterar os resultados de T3 e T4 totais no plasma (causando potencial confusão sem a existência de disfunção tireóidea). Valores aumentados: gravidez, infância, excesso familiar, hepatites, tratamento com estrogênios, uso de alguns medicamentos. Valores diminuídos: tratamento com esteróides androgênicos, uso de glicocorticóides, síndrome nefrótica, acromegalia, deficiência familiar.

Referência:

15,3 a 35,9 ug/mL
Valores extraídos p/ software REFVAL obtidos com
população (80 amostras de soro) de homens adultos
e mulheres não gestantes e saudáveis.