FOSFATASE ÁCIDA RESISTENTE AO TARTARATO (TRAP)

Código:

TRAP

Sinônimo:

TRAP5b

Material:

Soro congelado EXT

Volume:

2,0 mL

Método:

Espectrofotometria Cinética

Volume Lab:

2,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

20 dia(s)

Temperatura:

Congelado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

168

720

Coleta:

Interpretação:

Enzima presente na membrana da borda em escova dos osteoclastos no espaço reabsortivo. As fosfatases são inibidas por L-tartarato, excetuando-se a banda 5, que possui duas subformas: 5a (provavelmente expressa por macrófagos) e 5b (produzida pelos osteoclastos). Ensaios específicos para TRAP5b foram desenvolvidos e resultados clínicos indicam que este marcador pode ser útil para avaliar a atividade osteoclástica. Indicações: Avaliação de aumento de reabsorção óssea Interpretação clínica: O aumento dos seus níveis tem sido descrito em estados de remodelação óssea alta, como doença de Paget e metástase óssea. Sugestão de leitura complementar: Garnero P. Biomarkers for osteoporosis management: utility in diagnosis, fracture risk prediction and therapy monitoring. Mol Diagn Ther 2008; 12(3):157-70. Shidara K, Inaba M, Okuno S. Serum levels of TRAP5b, a new bone resorption marker unaffected by renal dysfunction, as a useful marker of cortical bone loss in hemodialysis patients. Calcif Tissue Int. 2008 Apr;82(4):278-87.

Referência:

Homens:
Fosfatase ácida total: até 10 U(37ºC)/L
Fosfatase ácida tartarato-resistente:
até 6.5 U(37ºC)/L

Mulheres:
Fosfatase ácida total: até 9 U(37ºC)/L
Fosfatase ácida tartarato-resistente:
até 5.8 U(37ºC)/L