ESTUDO MULTIMÉRICO DO FATOR VON WILLEBRAND

Código:

MULTI

Sinônimo:

Material:

Plasma citrato EXT

Volume:

2,0 mL

Método:

Eletroforese

Volume Lab:

2,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

15 dia(s)

Temperatura:

Congelado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

168

720

Coleta:

Separar o plasma e congelar a amostra logo após a coleta. Jejum não necessário

Interpretação:

O FVW é composto por subunidades diméricas ligadas entre si por pontes disulfeto formando complexos multiméricos de baixo, intermediário e alto peso molecular Exame utilizado na caracterização dos subtipos e a classificação das formas variantes da doença de von Willebrand (DVW). Indicações: Distinção dos diferentes subtipos da doença, principalmente os 2A, 2B e 2M. Interpretação clínica: O padrão multimérico normal apresenta grupos de baixo, intermediário e alto peso molecular. Podem levar a níveis aumentados de FVW: gestação, estresse, cirurgia, exercício físico, processo inflamatório e uso de contraceptivos orais, entre outros. Podem ter FVW baixo: pacientes com tipo sanguíneo O, que podem ter redução de cerca de 25% em relação aos dos outros tipos sanguíneos e podem equivocadamente diagnosticados como DVW do tipo 1. Valores mais baixos são detectados entre o primeiro e quarto dia do ciclo menstrual.

Referência:

Normal

ATENÇÃO: Alteração da metodologia a partir de
18/11/2019.

Metodologia antiga:
Eletroforese em gel de Agarose