CREATININA URINÁRIA

Código:

CREA1

Sinônimo:

Creatinina na urina

Material:

Urina amostra isolada

Volume:

5,0 mL

Método:

Jaffé sem desproteinização

Volume Lab:

5,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

24 horas

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

24

96

2160

Coleta:

Colher amostra isolada, separar alíquota de 5 mL e enviar em Tubo de Transporte.

Interpretação:

A creatinina é livremente filtrada pelos glomérulos e excretada de forma constante. Interpretação clínica: A concentração sérica em indivíduos normais é praticamente constante, apresentando variação em relação em ao sexo e massa muscular. Sendo supostamente maior em homens e atletas, e menor em crianças e idosos. Em pacientes renais agudos a relação creatinina urinária/sérica pode ser usada como índice diagnóstico (ver creatinina no sangue). A creatinina urinária pode aumentar com dietas hiperproteicas e exercício intenso. Urinas muito acidificadas podem gerar interferência negativa uma que aumentam a conversão de creatinina em creatina, assim como a presença de bactérias urinárias produtoras de creatinase que podem degradar a creatinina. Algumas medicações que atuam como interferentes são: cefalosporinas, ácido ascórbico, levodopa, cimetidina, espironolactona, trimetropin e probenecide, entre outras. A determinação do clearence de cálcio não tem utilizada clínica. Ver também clearence de creatinina, relação albumina/creatinina, proteína/creatinina, cálcio/creatinina. Sugestão de leitura complementar: John W Pickering, Christopher M Frampton, Robert J Walker, et al. Four hour creatinine clearance is better than plasma creatinine for monitoring renal function in critically ill patients. Crit Care. 2012; 16(3): 107-14. Ho Seok Koo, Yong Chul Kim, Shin Young Ahn, et al. Estimating 24-Hour Urine Sodium Level with Spot Urine Sodium and Creatinine. J Korean Med Sci. 2014; 29(Suppl 2): S97-S102.

Referência:

A concentração do analito em questão em uma amos-
tra isolada de urina, pode variar de acordo com a
dieta ou uso de medicações, não havendo valores de
referência estabelecidos. A dosagem deste analito
em urina de 24 horas poderá fornecer melhor corre-
lação clinica-laboratorial.
Fonte: NIH - Historical Reference Range