CORTISONA

Código:

CORTISONA

Sinônimo:

Composto E

Material:

Soro EXT

Volume:

1,0 mL

Método:

Cromatografia Líquida/Espectrometria de massas em tandem (LC-MS/MS)

Volume Lab:

1,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

15 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

0

720

Coleta:

A coleta deve ser feita preferencialmente até duas horas após o horário habitual de o cliente acordar. - Colher sangue em 1 tubo de 4 mL com gel separador. - Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC; - Aliquotar 1,3 mL de soro em tubo plástico estéril - Enviar refrigerado.

Interpretação:

A medida da cortisona junto com a de cortisol é útil no diagnostico de pacientes com hipertensão associada a hiporreninemia devido à síndrome de excesso aparente de mineralocorticoides causada por um defeito herdado de deficiência da enzima 11-beta-hidroxilase 2 (11?-HSD2), enzima que catalisa a interconversão do hormônio ativo cortisol e a cortisonam que é inativa. Pode ser tembám adquirida, como ocorre no uso de alcaçuz, que contém os ácidos glicerrínico e glicerritínico, e carbenoxolona que são inibidores competitivos da CYP11B2. Indicações: Diagnóstico de síndrome de excesso aparente d emineralocorticoide Interpretação clínica: A diminuição na cortisona é sugestiva da inibição da 11?-HSD2 Sugestão de leitura complementar: Farese Jr RV, Biglieri EG, Shackleton CH, Irony I, Fontes R. Licorice-induced hypermineralocorticoidism N Engl J Med 1991; 325:1223-7. Quinkler M, Stewart PM. Hypertension and the Cortisol-Cortisone Shuttle. J Clin Endocrinol Metab 2013. Disponivel em http://press.endocrine.org/doi/full/10.1210/jc.2003-030138 . Consulta em 14 d eoutubro de 2014.

Referência:

Inferior a 7 dias - Matinal: 2,6 a 15,6 µg/dL
7 dias - Matinal: 0,3 a 4,5 µg/dL
8 dias a 3 meses - Matinal: 0,9 a 5,4 µg/dL
4 a 11 meses - Matinal: 0,5 a 4,1 µg/dL
1 ano - Matinal: 0,5 a 4,0 µg/dL
2 anos - Matinal: 0,5 a 3,9 µg/dL
3 anos - Matinal: 0,5 a 3,9 µg/dL
4 anos - Matinal: 0,5 a 4,0 µg/dL
5 anos - Matinal: 0,5 a 4,1 µg/dL
6 anos - Matinal: 0,6 a 4,3 µg/dL
7 anos - Matinal: 0,7 a 4,5 µg/dL
8 anos - Matinal: 0,8 a 4,7 µg/dL
9 anos - Matinal 0,9 a 4,9 µg/dL
10 anos - Matinal: 0,9 a 5,1 µg/dL
11 a 12 anos - Matinal: 1,0 a 5,2 µg/dL
13 a 17 anos - Matinal: 1,0 a 5,3 µg/dL
Superior a 18 anos:
Matinal: 1,2 a 3,5 µg/dL
Vespertino: 0,6 a 2,8 µg/dL

Método desenvolvido e validado pela área de
Análises Clínicas.

ATENÇÃO: Alteração do valor de referência a partir
de 13/04/2020.