COAGULOGRAMA IV

Código:

COAG4

Sinônimo:

Contagem de palquetas, TS, TC, TP e TTPA

Material:

Plasma Citratado + Sangue Total com EDTA

Volume:

4,0 mL plasma citratado/3.0 mL sangue total EDTA

Método:

Coagulométrico/Sistema Automatizado

Volume Lab:

Não realizado p/ Laboratórios externos (instabilidade das amostras)

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

Não serão dosadas amostras que possuam qualquer grau de hemólise, lipemia acentuada, presença de fibrina ou coágulos, material com volume inferior ao solicitado serão rejeitados.Não serão aceitas amostras que estejam descongeladas ou que venham em outro anticoagulante que não seja o descrito na técnica. O não envio de um dos meios de coleta gerará solicitação de nova amostra.

24 horas

Temperatura:

Congelado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

0

24

16

Coleta:

Preparo: - Jejum não necessário. - Uso de anticoagulante altera o resultado do exame. Importante informar: * Se há histórico de transfusão, sangramento ou trombose. * Uso de medicamentos; Anticoagulantes. * Tempo de Sangramento. * Tempo de Coagulação. Recipiente: Plasma Citrato+ Sangue total EDTA Coleta: Orientações de coleta - PLASMA CITRATADO: - Obter sangue por punção venosa e evitar garroteamento por mais de 01 minuto, hemólise, formação de bolhas e aspiração de líquido tissular. A agulha deve penetrar diretamente na veia na primeira tentativa (punção NÃO traumática). O sangue deve fluir livremente sem que seja necessário aplicar demasiada força ao êmbolo. Não realizar o teste em amostra cuja punção for difícil (punção traumática); - A amostra deve ser centrifugada imediatamente após coleta por 15 minutos a 3000 rpm; - SEPARAR o plasma com cuidado para não o misturar com o sedimento. - Congelar o plasma imediatamente após a centrifugação; - Manter a amostra congelada durante o armazenamento e transporte; - As amostras deverão chegar ao local do destino ainda congeladas, sendo mantidas assim até o momento da análise. As amostras não podem ser recongeladas, interferindo diretamente nos fatores de coagulação, levando a resultados incorretos. - Amostras que apresentam fibrina e ou coágulos NÃO são adequadas para o envio. Uma nova amostra será solicitada. Orientações de coleta - SANGUE COM EDTA: Realizar coleta utilizando material e recipiente adequados. Coletar amostra no tubo com EDTA e refrigerar amostra imediatamente após a coleta; Encaminhar amostra sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC, evitar o contato direto com o gelo. ATENÇÃO: O plasma deve ser enviado congelado e o sangue total com EDTA refrigerado.

Interpretação:

Uso: diagnóstico diferencial de discrasias sanguíneas; componente do exame pré-operatório. Esta prova de triagem para coagulopatias inclui: contagem de plaquetas, tempo de sangramento, tempo de coagulação, TAP e KPTT, sendo que a maioria dos desvios da coagulação sanguínea pode ser rastreada por esta prova (ponto de partida para o diagnóstico clínico de problemas da coagulação). Valores alterados geralmente são associados a defeitos pontuais no mecanismo normal de coagulação. Testes normais não excluem a presença de patologias da coagulação, primárias ou adquiridas.

Referência:

Atividade de Protrombina: 70 a 100%
RNI: 0,80 a 1,20
Ratio: Inferior a 1,25
Plaquetas: 150.000 a 450.000/uL

RNI - Intervalo de Refêrencias(Alvos Terapeuticos)
Recomendações do American College of Physicians,
National Heart Lung and Blood Institute for
Haematology.