BROMAZEPAM

Código:

BROMAZE

Sinônimo:

Material:

Soro TOX

Volume:

3,0 mL

Método:

Cromatografia Liquida de Alta Resolução - HPLC

Volume Lab:

4,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

7 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

0

168

240

Coleta:

Coletar o material 1 hora antes de tomar o medicamento. O paciente já deve estar tomando o medicamento a pelo menos 15 dias. Critérios de rejeição: -Amostra sem identificação; -Amostra inadequada (hemólise ou lipemia); -Tubo de coleta danificado; -Amostra coagulada; -Contaminação evidente na amostra.

Interpretação:

Útil na detecção e quantificação do benzodiazepínico com ação ansiolítica bromazepam. Do ponto de vista quantitativo, predominam dois metabólitos inativos: 3-hidroxi-Bromazepam e 2-(2-amino-5- bromo-3-hidroxibenzoil) piridina. Indicações: Quantificação do benzodiazepínico bromazepam no sangue. Idealmente a coleta é realizada 12 horas após a tomada da medicação. Interpretação clínica: Concentrações plasmáticas máximas são atingidas 2 horas após a administração oral. Apresenta meia-vida de 20 horas e metabolismo hepático. A recuperação urinária de Bromazepam intacto e de conjugados glicuronados do 3-hidroxi-Bromazepam e da 2-(2-amino-5- bromo-3-hidroxibenzoil) piridina é de 2%, 27% e 40% da dose administrada. Sugestão de leitura complementar: Quintela O, Sauvage F, Charvier F, et al. Liquid Chromatography-Tandem Mass Spectrometry for Detection of Low Concentrations of 21 Benzodiazepines, Metabolites, and Analogs in Urine: Method with Forensic Applications. Clin Chem 2006; 52 (7): 1346-55. Villain M, Chèze M, Dumestre V, Ludes B, Kintz P. Hair to Document Drug-Facilitated Crimes: Four Cases Involving Bromazepam. J Analyt Toxicol 2004; 28(6): 516-9.

Referência:

Nível terapêutico: 50 a 200 ng/mL
Nível tóxico: Superior a 300 ng/mL

ATENÇÃO: Alteração do valor de referência a partir
de 15/07/2019.

Valor de referência antigo:
Nível terapêutico: 50 a 200 ng/mL