Bordetella pertussis e B. parapertussis

Código:

BORDPCR

Sinônimo:

PCR para Coqueluche; Tosse comprida

Material:

Secreção nasofaringe

Volume:

5,0 mL

Método:

PCR em Tempo Real

Volume Lab:

5,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

20 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

168

720

Coleta:

Realizado em: Secreção de nasofaringe ou lavado de nasofaringe. - O jejum de duas horas é necessário para evitar a ocorrência de vômito durante a coleta da amostra. Coleta: - Secreção de nasofaringe: Material -- 2 FLOQSwabs (swab específico para coleta de secreção de nasofaringe, ultrafino, flexível e estéril); -- frasco de cultura de urina (tampa vermelha) Procedimento -- Umedecer o swab em solução salina estéril; -- Deslocar gentilmente a ponta do nariz para cima, de modo a expor as narinas; -- Introduzir delicadamente o primeiro swab em uma das narinas, girando-o sobre seu eixo até encontrar resistência ou até que a pessoa refira que o instrumento está encostando em sua garganta. Nesse momento girar o swab por duas vezes e a seguir retirá-lo; -- Retirar o swab sem girar; -- Introduzir o swab em frasco de cultura de urina (tampa vermelha); -- Utilizando um segundo swab, repetir o procedimento de coleta, introduzindo-o na outra narina e repetindo o procedimento. - Lavado de nasofaringe: Procedimento: - Acoplar extensor do aspirador na saída rígida do frasco; - Acoplar a saída da sonda na parte de borracha do frasco, sem retirar a sonda da embalagem; - Introduzir a sonda na narina (pescoço hiperestendido)/traqueostomia, o suficiente para estimular o reflexo da tosse, mantendo-a sem sucção; - Retirar a sonda lentamente, realizando, neste momento, a sucção, que deve ser controlada com a mão dominante, na inserção do frasco coletor.

Interpretação:

A presença de Bordetella pertussis ou B. parapertussis estabelece o diagnóstico de coqueluche. Uma história de vacinação não é contra-indicação para o exame. Como o exame é realizado, na maioria das vezes, em crianças, deve-se utilizar swab fino e flexível que atinja a faringe posterior através das fossas nasais, local de eleição para a recuperação da Bordetella sp.. Adicionalmente, a amostra deve ser colhida na fase inicial da doença e antes da antibioticoterapia. Sugestão de leitura complementar: Lingappa J, Lawrence W, West-Keefe S, Gautom R, Cookson BT. Diagnosis of community-acquired pertussis infection: comparison of both culture and fluorescente-antibody assay with PCR detection using electrophoresis or dot blot hybridization. J Clin Microbiol 2002; 40(8): 2908-12. American Academy of Pediatrics. Pertussis. In Red Book: 2009 Report of the Comittee on Infectious Diseases,28th, Pickering LK (Ed), American Academy of Pediatrics, Elk Grove Village. 2009.

Referência:

Não Detectado

ATENÇÃO: Alteração do valor de referência a partir
de 15/07/2019.

Valor de referência antigo:
Negativa