ASPERGILLUS, pesquisa do antígeno galactomanana

Código:

ASPEGA

Sinônimo:

Antígeno de Aspergillus

Material:

Soro ASPEGA

Volume:

2,0 mL

Método:

Imunoenzimático

Volume Lab:

2,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

03 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

2

120

720

Coleta:

Este exame é realizado em: soro e lavado broncoalveolar (frasco estéril). I - Soro - A amostra deve ser enviada em tubo original, com gel separador, contendo de 2 a 5 mL de soro, obtido após centrifugação a um mínimo de 2.000 g. - O tubo não deve ser aberto e só pode ser utilizado para o teste de galactomanana. - Enviar refrigerado - O soro se mantém estável nas seguintes condições: -- por duas horas em temperatura ambiente; -- por cinco dias sob refrigeração (de 2 a 8ºC); -- por 30 dias sob congelamento (-70 ºC ou gelo seco). - Este exame não necessita de preparo e é realizado somente com solicitação médica. - O teste não deve ser feito em pessoas que tenham feito uso de soluções injetáveis com gluconato de cálcio há menos de 48 horas. - Da mesma forma, não é possível realizar o exame em indivíduos que tenham usado, há menos de seis dias, os antibióticos piperacilina/tazobactam ou amoxicilina/ácido clavulânico. II - Lavado bronco alveolar (Coleta realizada apenas em hospitais) - Realizar aspiração traqueal, com técnica asséptica e desprezar este primeiro aspirado; - Utilizar nova sonda para aspiração do material a ser coletado; - Transferir o material com técnica asséptica para o frasco estéril, com auxílio da aspiração; - Encaminhar imediatamente ao laboratório.

Interpretação:

Este exame é útil no diagnóstico da aspergilose invasiva em indivíduos imunocomprometidos. Com o ponto de corte de 0,5 tem sensibilidade de 78% e especificidade de 81% Indicações: exame é útil no diagnóstico da aspergilose invasiva em indivíduos imunocomprometidos Interpretação clínica: Recomenda-se que pelo menos dois resultados positivos sejam obtidos em amostras distintas para que a positividade do teste seja considerada clinicamente significativa. Pode apresentar reações cruzadas com outros agentes de micoses invasivas, como Fusarium sp., Alternaria sp. ou Mucor sp. Resultados falsamente positivos também são observados em amostras de pacientes que utilizaram piperacilina/tazobactam ou amoxicilina/clavulanato há menos de seis dias e nos indivíduos que fizeram uso de soluções injetáveis com gluconato de cálcio há menos de 48 horas. Sugestão de leitura complementar: Aquino VR, Goldani LZ, Pasqualotto AC. Update on the contribution of galactomannan for the diagnosis of invasive aspergillosis. Mycopathologia 2007; 163: 191-202. Razouk FH. Dosagem da Galactomanana Sérica para o Diagnóstico de Aspergilose Invasiva Pulmonar em Pacientes Submetidos ao Transplante de Células Tronco Hematopoiéticas. 2013. Disponível em http://dspace.c3sl.ufpr.br:8080/dspace/bitstream/handle/1884/36277/R%20-%20D%20-%20FERNANDA%20HORN%20RAZOUK.pdf?sequence=1&isAllowed=y, consulta em 14 de fevereiro de 2016.

Referência:

Não Detectado: Índice Inferior a 0,50
Detectado: Índice Superior ou igual a 0,50