ANFETAMINA

Código:

ANFE

Sinônimo:

Metanfetamina

Material:

Urina DA

Volume:

5,0 mL

Método:

Imunoenzimático Colorimétrico

Volume Lab:

5,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

2 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Dia

Hora

0

14

0

Coleta:

DOCUMENTO OBRIGATÓRIO: Sessão de downloads site Alvaro REQ02602 - Controle Custodia de Amostra Urina - Teste de Triagem de Drogas de Abuso e Substâncias Psicoativas - Urina/Versão 5.0 Coletar a amostra de maneira assistida (coleta realizada na presença do coletador durante a micção) em FRASCO DE URINA COM LACRE (fornecido pelo laboratório); Preencher o questionário disponível para download no site (Determinação de Drogas de Abuso Alvaro); Enviar o questionário e a amostra em embalagem estilo canguru (fornecida pelo laboratório). Lembrando que após a identificação do frasco, a etiqueta dever ser reemitida 2 vezes, uma para colar no questionário e outra na embalagem. Encaminhar a amostra sob acondicionamento refrigerado (2 a 8ºC).

Interpretação:

Este exame é destinado à triagem para detecção de um grupo de substâncias composto pela anfetamina e seus derivados, que têm como esqueleto-base a beta-fenetilamina e atuam como aminas simpaticomiméticas. Após a administração, o pico da concentração plasmática ocorre entre uma e três horas. Cerca de 30% da dose terapêutica da anfetamina é excretada inalterada pela urina após 24 horas, percentual que depende do pH da urina. Sua meia-vida de eliminação é de sete a oito horas em urina ácida e de 18 a 33 horas em urina alcalina. Indicações: Triagem para uso de Anfetamina e Metanfetamina. Interpretação clínica: Os metabólitos podem ser detectados na urina entre 24 e 48 horas após o uso. A detecção do uso da droga depende de vários fatores: do usuário, como peso, uso agudo ou crônico; do tipo de droga utilizada; da dose utilizada. Outros fatores que influenciam: condições físicas, idade, alimentação e quantidade de líquido ingerido. O nível de decisão é de 1000 ng/mL de urina. Para dados específicos sobre a substância utilizada é necessário avaliação por Cromatografia de Gases/Espectrofotometria de Massas (CG/MS). Sugestão de leitura complementar: Carvalho M, Carmo H, Costa VM, Capela JP, Pontes H, Remião F, Carvalho F, Bastos ML. Toxicity of amphetamines: an update. Arch Toxicology 2012; 86 ( 8): 1167-231.

Referência:

Negativo
Nível de Decisão: 500 ng/mL

Esta é uma Triagem Analítica para Anfetaminas To-
tais (resultado simultâneo de d-anfetamina e d-me-
tanfetamina). Para dados mais específicos é neces-
sário uma avaliação da amostra por Cromatografia
de Gases/Espectrofotometria de Massas (CG/MS).
Nota:Resultados da detecção de drogas em amostras
de urina, sofrem influência de diversos fatores
relacionados a substância pesquisada,a metodologia
empregada, a condições inerentes ao paciente,além
da própria amostra utilizada.Resultados positivos
obtidos em testes de triagem devem ser interpreta-
dos com cautela,e,na ausência de correlação clíni-
co laboratorial,deverão ser empregadas metodolo-
gias confirmatórias.