ÍNDICE TIROXINA LIVRE

Código:

ITL

Sinônimo:

ITL

Material:

Soro

Volume:

1,0 mL

Método:

Eletroquimioluminescência

Volume Lab:

1,0 mL

Rotina:

DIARIA

Resultado em:

Interferentes:

Ictéricia (concentrações de bilirrubina acima de 20mg/dL), Hemólise (concentrações de hemoglobina acima de 500mg/dL) e Lipemia (concentrações de triglicerídeos acima de 1000mg/dL). O fármaco anticonvulsivo fenitoína pode interferir nos níveis de T4 livre e total devido à competição pelos locais de ligação à TBG.

36 horas

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

8

48

240

Coleta:

Jejum não necessário. - O cliente deve informar os medicamentos tomados nos últimos 30 dias, especialmente hormônios tiroidianos e amiodarona. Caso esteja utilizando hormônio tiroidiano (Euthyrox®, Puran T4®, Levoid® ou Synthroid®), o cliente precisa fazer a coleta antes da próxima dose ou, no mínimo, quatro horas após a ingestão do medicamento; - Coletar amostra em tubo gel; - Aguardar 30 min para retração do coagulo; - Realizar a centrifugação em 3.200 RPM por 12 min; - Encaminhar amostra sob refrigeração, de 2ºC a 8ºC. **** Importante **** Volume mínimo de 540 uL

Interpretação:

O índice de tiroxina livre pode ser calculado como o produto da captação de T3 por resina e T4 total. Usualmente é proporcional ao T4 livre. Apresenta estimulativa satisfatória da concentração de T4 livre nas gestantes e em uma variedade de outras situações em que a concentração de TBG encontra-se alterada. Recentemente, os ensaios de TSH, T4 livre e T3 livre mostram-se mais reprodutíveis, tornando o uso do ITL menos. relevante.

Referência:

1.4 a 3.8
ITL = (T4 X TU )/100
TU = T3 Uptake (retenção)