ÁCIDO VANIL MANDÉLICO

Código:

VMA

Sinônimo:

VMA,

Material:

Urinas vanilmandélico metanefrinas 24h

Volume:

5,0 mL

Método:

Cromatografia Líquida de Alto Desempenho (HPLC)

Volume Lab:

20 ,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

5 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

Hora

Hora

Hora

0

120

1440

Coleta:

Para a determinação de ácido vanil mandélico : A amostra deve ser coletada em frasco limpo. Utilizar 10 mL ( frasco de 1L) ou 20 mL (frasco de 2L) de HCL 25% É importante, além de um rótulo com aviso de que o frasco contém ácido clorídrico, colocar um aviso em letras grandes CUIDADO. A coleta deverá ser feita em um frasco intermediário antes de depositar no frasco com conservante. A amostra deverá ser enviada aliquotada em tubo transporte. - Preferencialmente não realizar no período menstrual. Em casos excepcionais e nos de urgência, pode ser realizada a coleta de urina menstruada utilizando-se um tampão vaginal. - Três (3) dias antes do início da coleta e no quarto dia, quando a coleta da urina será iniciada, o paciente deverá abster-se de qualquer substância que contenha: Café, Chá, Chocolate, Amendoim, Vanilina, Vitaminas, Refrigerantes, Nozes, Baunilha, Abacate, Banana, Ameixa, Berinjela, Tomate, Kiwi, Abacaxi, Sorvete, Manga. - Os pacientes devem, também, abster-se de fumo, refrigerantes com cola e bebidas alcoólicas nestes 4 dias. Durante estes quatro (4) dias o paciente deverá alimentar-se de: Pão, Manteiga, Ovos, Açúcar, Leite integral, Arroz, Carne, Água a vontade. - Algumas medicações podem alterar o resultado do exame. Evite o uso de medicamentos durante o período de dieta e coleta de material. Medicamentos prescritos só devem ser suspensos a critério do médico assistente. Critérios de rejeição: -Amostra sem identificação; -Material inadequado; -Volume insuficiente; -Tubo aberto; -Contaminação da amostra; -Tubo de coleta danificado.

Interpretação:

O ácido vanil mandélico (VMA) é o metabólito final da epinefrina e norepinefrina. Indicação: diagnóstico de feocromocitoma; avaliação de quadros hipertensivos; seguimento de neuroblastomas e ganglioneuroblastomas. Valores aumentados: feocromocitoma, neuroblastoma, ganglioneuroma, ganglioblastoma. Interferentes: café +, chá +, chocolates +, baunilha +, algumas frutas e vegetais +, drogas vasopressoras +, drogas antihipertensivas +, metildopa +, inibidores MAO -, aspirina, imipramina, ácido nalidíxico, penicilina e sulfas. A coleta de urina 24 horas deve ser realizada após a observância de dieta de três dias padronizada para VMA, com coleta total e correta do volume de 24 horas.

Referência:

3,3 a 6,5 mg/24h

ATENÇÃO: Alteração do valor de referência a partir
de 10/06/2019.

Valor de referência antigo:
Urina 24 horas: 3,3 a 6,5 mg/24h

Urina amostra isolada:
Até 6 meses - 5,5 a 26,0 mg/g creat.
7 a 11 meses - 6,1 a 20,0 mg/g creat.
1 a 2 anos - 2,5 a 21,0 mg/g creat.
3 a 8 anos - 1,5 a 12,0 mg/g creat.
9 a 12 anos - 2,0 a 9,0 mg/g creat.
Adultos - 1,1 a 4,1 mg/g creat.