ÁCIDO TRANS, TRANS-MUCONICO URINÁRIO PRÉ JORNADA

Código:

TRAAPRE

Sinônimo:

Benzeno; Solventes; Hidrocarbonetos;

Material:

Urina transmucônico pré jornada

Volume:

5,0 mL

Método:

Cromatografia Líquida de Alto Desempenho (HPLC)

Volume Lab:

5,0 mL

Rotina:

Diária

Resultado em:

Interferentes:

3 dia(s)

Temperatura:

Refrigerado

Estabilidade da amostra:

Ambiente

Refrigerado

Freezer

0

0

0

Coleta:

Coletar urina de pré jornada de trabalho em frasco de coleta de urina limpo e sem aditivo, aliquotar e enviar em tubo de transporte Manter a amostra refrigerada para o envio ao laboratório. Amostras mantidas a temperatura ambiente são estáveis por até uma semana. Amostras refrigeradas entre 2-5°C são estáveis por até quinze dias. Amostras congeladas são estáveis por até 2 meses. Evitar ciclos de congelamento e descongelamento.

Interpretação:

É o indicador biológico mais sensível à baixa exposição ao benzeno. Indicação: Indicador biológico de exposição ao benzeno. Usado em substituição ao fenol urinário pra detecção de baixa exposição. Interpretação clínica: Níveis acima do Índice Biológico Máximo Permitido (IBMP) apresentam boa correlação com os níveis do solvente no ar. OBS: O consumo de alimentos com ácido sórbico e o fumo aumentam a excreção de ácido trans, transmucônico. Sugestão de leitura complementar: MartinsI I, Siqueira MEPB. Trans,trans-muconic acid in urine samples collected in three periods from benzene handling workers in a Brazilian refinery. Rev Bras Cienc Farm 2004; 40( 2 ): 197-201. Sirirat Chanvaivit. Exposure assessment of benzene in Thai workers, DNA-repair capacity and influence of genetic polymorphisms. Mut Research Fund Mol Mechan Mutag 2007; 626(1-2):79-87.

Referência:

Normal: até 0,50 mg/g creatinina
IBMP*: até 1,6 mg/g de creatinina (não contemplado
na NR-7, ver portaria 34 de 20/12/2001)
O valor de 1,6 mg/g de creatinina correlaciona-se
com uma exposição ocupacional de 1 ppm de benzeno.